DENVERGROUT

Graute á base de cimento de uso geral

DENVERGROUT – Graute composto por cimento Portland, agregados pré-selecionados, aditivos superplastificantes e compensadores de retração.

USOS
Execução de bases de equipamentos;
Fixação e ancoragem de máquinas, trilhos, estruturas metálicas ou estruturas de concreto pré-fabricado;
Preenchimento de juntas entre elementos pré-moldados;
Preenchimento de vãos de até 60 mm de espessura em trabalhos de reparo;
Ideal em locais de difícil acesso e para peças com alta densidade de armaduras.

VANTAGENS
• Ajuste da consistência conforme o tipo de aplicação;
• Rápida liberação;
• Compensação da retração por expansão.
• Admite adição de até 30% de pedrisco (Brita 0).

PROPRIEDADES TÍPICAS – BT 011 / REV_09


*Consistência apropriada para a execução de calços (shim) ou para preenchimento pelo sistema dry pack – encunhamento
de britas pré-lavadas na argamassa seca.
**Os resultados obtidos em ensaios realizados em condições laboratoriais, segundo a NBR 5739 em a adição de brita que
pode levar a alguma perda de resistência e fluidez inicial.

METODOLOGIA DE APLICAÇÃO

PREPARAÇÃO DO SUBSTRATO
O substrato deverá ser previamente apicoado. A superfície deverá ser lavada com jato de água limpa para
retirar partículas soltas, pó, restos de pintura, etc. Caso exista contaminação por óleos, graxas, etc., efetuar
a limpeza com desengraxantes adequados ou outro processo que assegure a total desimpregnação da
superfície.

SATURAÇÃO DO SUBSTRATO
Antes do lançamento, o substrato deverá se apresentar saturado com a superfície seca. Para tal, recomenda-se, com antecedência, molhar as formas com água limpa durante pelo menos 1 hora.
Pouco antes do lançamento, a água deverá ser drenada das formas. Se necessário, para evitar os empoçamentos, aplicar jato de ar sobre a superfície do substrato.

PREPARAÇÃO DA MISTURA
Recomenda-se usar misturador de ação forçada, ou uma hélice para mistura, acoplada a uma furadeira de
baixa rotação (400/500 rpm). Misturar por 3 a 5 minutos.
Em último caso, para obras de menor responsabilidade, misturar manualmente pelo menos durante 5 minutos.
Misturar uma ou mais embalagens de cada vez, sem fracioná-las. Colocar no misturador primeiro a água de
amassamento, conforme a consistência selecionada. Com o misturador em movimento, adicionar o pó aos
poucos, até constatar uniformidade e homogeneidade do material.

Quando não é conhecida a quantidade de água correta para a fluidez requerida, esta poderá ser definida
na primeira mistura. Colocar primeiro 2,5 L de água por embalagem, e depois de adicionar o pó e mistura-lo
até a homogeneização, adicionar aos poucos até 0,5 L de água por embalagem, até a fluidez requerida,
que poderá ser definida visualmente ou com medidas de espalhamento durante no máximo 10 min do início
da mistura.

Para o graute sem adição de pedrisco a água total de amassamento não poderá exceder 3,0 L.

LANÇAMENTO
O grauteamento deverá ocorrer de maneira contínua e ininterrupta, vertendo o material pelo “cachimbo”.
Dependendo da fluidez obtida e da densidade de armaduras no vão a preencher, pode ser conveniente
golpear levemente a forma, à medida que for preenchida, utilizando um martelo de borracha.
No grauteamento de bases de equipamentos, verter o graute apenas por um lado, usando o “cachimbo”.
Encher o “cachimbo” devagar e continuamente, permitindo a saída gradativa do ar, eventualmente preso
em baixo da placa da base do equipamento.
A utilização do graute para a execução de calços ou para preenchimentos pelo sistema dry pack, deverá
ser efetuada utilizando aproximadamente 2,5 L de água. O material resultante terá a consistência de uma
argamassa seca que poderá ser manipulada diretamente com luvas, pressionando-a contra o substrato em
camadas de aproximadamente 2,5 cm.
Para concretagens de menor responsabilidade e de grandes volumes poderá ser adicionado até 30% de
pedrisco lavado ou brita de ½, utilizando de 2,5 a 3,5 L de água em dependência da consistência requerida.
Com a adição do pedrisco, a fluidez resultante diminui.

CURA
Realizar a desforma após 24 horas. Em seguida iniciar a cura úmida durante no mínimo 3 dias, ou aplicar
membrana de cura.
A cura úmida poderá ser realizada por aspersão de água de tempos em tempos, mantendo a superfície
constantemente úmida. A molhagem da superfície deverá ser realizada com maior frequência nas horas de
calor mais intenso.

OBSERVAÇÕES
• O Denvergrout foi concebido para preenchimento de vãos confinados pelo próprio substrato ou pelas
formas firmemente posicionadas com abertura mínima, apenas para o lançamento.
• O Denvergrout não deverá ser usado para o reparo de áreas horizontais, onde a dimensão predominante
é a área superficial exposta. Nesta condição não haverá compensação da retração. A adição de pedrisco
poderá diminuir esse efeito.
• Proteger o produto recém-aplicado da insolação direta e dos ventos fortes. Utilizar protetores e anteparos
adequados.
• A adição de 3 ou mais litros de água de amassamento, pode acontecer certo retardamento do endurecimento do material, o que ocorre mais acentuadamente quando da adição de pedrisco. Nesses casos
recomenda-se realizar a desforma com maiores cuidados ou num tempo superior às 24 horas.

Casa D' Água

About Casa D' Água

  •